| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Jornal de Petrópolis
Desde: 27/04/2005      Publicadas: 51      Atualização: 25/07/2005

Capa |  Cidade


 Cidade
  31/12/2005
  0 comentário(s)


Área de Proteção Ambiental de Petrópolis estuda a real situação das áreas de proteção permanente da cidade
Estudo tem como objetivo a preservação de remanescentes da mata atlântica da região
Área de Proteção Ambiental de Petrópolis estuda a real situação das áreas de proteção permanente da cidade A Área de Proteção Ambiental (APA) de Petrópolis está concluindo agora o zoneamento ambiental da cidade, que vai permitir avaliar a real situação das áreas de preservação permanente. Além disso, de acordo com a chefe da APA, a bióloga Yara Valverde, serão estabelecidas estratégias tanto para a recuperação das áreas degradadas como para a ocupação ordenada das áreas passíveis de expansão. Os dados já divulgados revelam que 50% da área da APA estão preservados, e que a área livre disponível para ocupação é mínima.

Com o novo Código Ambiental, as penalidades para quem comete crimes ambientais tornaram-se mais severas. Segundo Yara Valverde, o novo código busca não somente a responsabilidade civil e criminal, mas também a reparação do dano ambiental causado.

"Assim, os infratores respondem a dois processos, um na área cível e outro na área criminal. Além da reparação do dano, os infratores podem, através do Ministério Público, concordar em fazer um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), e assim contribuir com projetos na área ambiental cuja aplicação é fiscalizada diretamente pelo MP", diz a bióloga.

A conscientização da comunidade também ocorre através de campanhas desenvolvidas pela APA, como a que busca prevenir os incêndios florestais, que causam prejuízos consideráveis ao meio ambiente local a cada período de estiagem.

Em conjunto com os órgãos ambientais em Petrópolis - Ibama, Instituto Estadual de Florestas (IEF) e Feema, a APA também desenvolve ações de conscientização contra a compra e venda de animais silvestres e em favor da reciclagem. Uma das campanhas permanentes intitula-se Nossos rios não são lixeiras e seu objetivo é evitar o despejo de lixo nos rios que cortam o município.

  Autor:   Renata Sepúlveda


  Mais notícias da seção Meio Ambiente no caderno Cidade
10/06/2005 - Meio Ambiente - Reservas Particulares do Patrimônio Natural
Burocracia impede a formação de áreas de preservação...
09/06/2005 - Meio Ambiente - Mais qualidade na água
Evento estuda melhores condições e cuidados da água em Petrópolis ...
09/06/2005 - Meio Ambiente - Mata Atlântica ameaçada pela ocupação irregular
No município de Petrópolis 35% das construções estão em áreas consideradas de risco...
09/06/2005 - Meio Ambiente - Esgoto inunda casas na Bela Vista
Os moradores da comunidade estão sofrendo com o acúmulo de água poluída no local...
09/06/2005 - Meio Ambiente - Reserva ecológica de Petrópolis vai ser protegida pelo IBAMA
Área de preservação ambiental do bairro Cascatinha vai fazer parte do Parque Nacional da Serra dos Órgãos...
09/06/2005 - Meio Ambiente - Preservação do meio ambiente é tema de seminário
Desenvolvimento sustentável foi o assunto mais debatido nas palestras...
01/06/2005 - Meio Ambiente - APA Petrópolis divulga resultados do monitoramento da Mata Atlântica
Municípios de Petrópolis, Duque de Caxias, Magé e Guapimirim estão inseridos no Mapa de Vegetação e Uso do Solo...
01/06/2005 - Meio Ambiente - Greenpeace comemora Dia Mundial do Meio Ambiente
Crianças e adultos vão proteger a Amazônia em jogo com tabuleiro gigante...
07/06/2005 - Meio Ambiente - "Deserto verde" preocupa ambientalista
Caçadores ameaçam a fauna de áreas de preservação...
05/06/2005 - Meio Ambiente - Gás produzido pelo lixo pode gerar lucros para Petrópolis
Estudos no aterro sanitário da cidade podem contribuir para a diminuição da emissão de gases poluentes na atmosfera...
05/06/2005 - Meio Ambiente - Novo aterro sanitário ainda não tem local definido
Lixo espalhado pelas ruas também revolta moradores...



Capa |  Cidade
Busca em

  
51 Notícias